de-carne-ao-de-queijo-chocolate-como-fazer-simples-receita-queijos-para-carne
Gastronomia

Como Harmonizar Vinhos com Fondue? Queijo, Carne e Outros Tipos!

Vocês já conhecem fondue, certo? Feito com vários tipos de ingredientes como carnes, queijos, camarões, chocolate e muitos outros, essa comida de origem francesa é perfeito para harmonizar com vinhos, especialmente na época mais fria do ano.

Nosso texto de hoje é sobre como você pode harmonizar essa bebida com fondue. E no frio que vem fazendo, esses dois serão a companhia perfeita nessas noites geladas.

Como funciona a harmonização com o fondue?

A harmonização entre vinho e fondue funciona basicamente como em outros pratos. Vai ser o tipo de comida que você irá fazer que vai determinar o rótulo a ser escolhido.

As opções mais clássicas de fondue são aqueles feitos com chocolate, carne e queijo. Entre os diferentões, podemos citar vegetais, frutos do mar e carne suína, sendo estes mergulhados em molhos e caldos de diversos sabores, além da maior novidade brasileira em fondue: o de coxinha!

Quais são os vinhos para fondue de queijo?

Vamos começar com um clássico, fondue de queijo! Se pretende fazer essa versão para o seu jantar entre amigos ou sozinho mesmo, você tem duas alternativas: os vinhos brancos e tintos.

De forma geral, os rótulos brancos combinam muito bem com essa receita de queijo. Porém, é preciso ficar atento a um detalhe. Na hora da harmonização, prefira aqueles do tipo seco, principalmente os feitos com uvas Chardonnay ou Sauvignon Blanc.

Agora para os tintos, você pode escolher as opções mais suaves, como um Pinot Noir.

E para harmonizar com fondue de carne?

Para quem conhece um pouco sobre harmonização não é nenhuma novidade que para acompanhar seu os pratos de carne, a sua escolha deve ser um rótulo de vinho tinto.

Para aqueles que levam carne, seja ela preparada no óleo ou na chapa, prefira os vinhos mais jovens, como os produzidos com uvas Merlot, ou aqueles com blend de uvas Primitivo.

Esses vinhos valem tanto para carne vermelha, quanto para suína e/ou frango.

Para fazer parceria com o fondue de chocolate?

Falando em clássico, é impossível pensar em fondue sem relacionar com aqueles feitos com chocolate. Aqui, para acertar em cheio na harmonização, você tem que escolher os vinhos mais doces.

Parece estranho pegar um vinho doce para acompanhar uma sobremesa que já é bem doce, mas se você já tomou um copo de suco com um pedaço de bolo, você sabe que um vai sobrepor o outro, deixando um sabor mais equilibrado na boca, por isso a escolha desse rótulo para essa harmonização.

Sendo assim, você pode apostar aqui em uma garrafa de vinho do porto. Além de ser um blend muito conhecido por combinar bem com sobremesas, sua combinação com o chocolate é perfeita.

Aqui, porém, se puder, mesmo que o casamento entre os dois já seja perfeito, opte por chocolate meio amargo, isso fará com que a mistura não fique doce além da conta.

Mas se quer fugir do óbvio, prefira os vinhos com late harvest – colheita tardia -. Estes, além de irem super bem com o chocolate, também combinam com as frutas que serão mergulhadas no doce.

Quando for de camarão, quais são melhores?

E para os amantes de camarão, qual a melhor opção para acompanhar esse fruto do mar? Os brancos amadeirados. Na verdade, este vale para todos os fondues com frutos do mar.

Caso faça uma receita com camarão empanado, vá de rótulos feitos com uva Chardonnay. Este blend é refrescante e ainda traz notas leves.

E no caso do fondue chinês?

Bem diferente da receita original, uma outra opção de fondue é o chinês. Também chamado de Bouillon, este é um caldo muito rico que leva vários legumes, vegetais e camarão. Ele também pode conter carne suína e de frango, depende da receita e do local que está fazendo.

Esse fondue é conhecido como uma versão mais light do tradicional que leva carne bovina, isso porque os acompanhamentos são cozidos no caldo quente, ao invés de serem fritos no óleo. Com certeza vale provar!

Neste caso, assim como o com queijo, você pode optar por vinhos tintos ou brancos. Para o primeiro, prefira rótulos mais jovens, leves e frescos. Já para o segundo, opte por aqueles com uma boa estrutura e acidez.

E para sair do óbvio, pode arriscar sem medo em um espumante brut.

Caso o camarão que for na receita seja empanado ou for servir aperitivos de crustáceos, aposte em um Pinot Blanc ou Sauvignon Blanc. Para os que gostam de arriscar, um tinto suave como o Pinot Noir também é válido.

E esse tal de fondue de coxinha?

Se tem uma coisa que brasileiro não tem, é limite, principalmente na cozinha. Se você acompanha as redes sociais, já deve ter visto que logo que começou o frio, o Ragazzo lançou sua versão de fondue, e a receita leva à tão amada coxinha.

Para os fãs desse salgado, se você quer tomar um vinho enquanto come essa iguaria para lá de diferente, não pense que ele não cai bem com essa bebida não.

Ao contrário do que se pensa, que ela só pode ser acompanhada com um refrigerante ou cerveja, esse clássico do Brasil vai bem com rótulos brancos, principalmente aqueles com uvas Sauvignon Blanc.

Essa blend tem o poder de limpar a gordura da boca, além de trazer frescor e acidez bem presente. Vocês não tem ideia do quanto essa harmonização é boa!

Se estava com medo de provar esse prato por achar que ele não combina com vinho, eis a solução!

Conclusão

Acho que não existe casamento melhor do que vinho e fondue, seja ela de carne, camarão, legumes, queijo ou mesmo de coxinha, ainda mais nesses dias frios.

É a sua chance de não só provar esses fondues mais diferentes, mas também para fazer um belo jantar com esses pratos quentes.

O importante é provar de tudo e comer bem, é claro.

Referências:

https://www.thecookierookie.com/easy-white-wine-fondue/

https://www.kroger.com/r/fondue-au-vin-rouge-recipe/112197

https://www.matchingfoodandwine.com/news/pairings/the-best-wine-pairings-with-cheese-fondue-raclette-and-tartiflette/

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!