espumante-tinto-suave-lambrusco-vinhos-frisantes-bons-e-baratos-moscatel-qual-a-diferença
Curiosidades

Descubra As Diferenças entre os Vinhos Frisante, Espumante e Champagne

No geral, as pessoas tendem a classificar os tipos de vinho de maneira genérica seja, sob o nome de Champangne ou espumante qualquer tipo de vinho que contem bolhas na composição.

Sim, isso ocorre com muita frequência embora pareça estranho.

Existem 3 variações sendo elas, frisante, espumante e champangne.

Cada um, possui uma peculiaridade e é isso que mostraremos no decorrer desse artigo.

Continue conosco e saiba quais são as reais diferenças entre eles.

O que é um vinho frisante?


O frisante é uma espécie de tipo de vinho que possui pouca quantia do gás carbônico. Ele é elaborado pelo processo natural de fermentação de uvas e a quantidade do gás que contém nele, geralmente é a metade da que contém nos espumantes.

A fermentação ocorre uma única vez. Os mais conceituados são provenientes da Itália, os famosos vinhos lambruscos.

Tanto o frisante quanto o espumante são tipos de vinhos devidamente fermentados e ainda mantidos com o seu próprio gás oriundo da fermentação.

É imprescindível lembrar que há cidras populares em todo o Brasil, entretanto essas possuem o gás introduzido de maneia artificial.

Desse modo, as cidras não podem ser consideradas nenhuma das três opções, ficando como bebida separada a parte.

Espumante, como um vinho, pode ser classificado assim?


Este também é um tipo do vinho que contém o gás carbono produzido naturalmente no processo da fermentação.

Porém, diferentemente do frisante, ele é originário do segundo processo da fermentação natural, ou seja, passou pela primeira fase a qual é constituída o frisante e depois por mais uma vez.

Esse processo favorece um nível de gás bem maior. Ele é elaborado sempre com uvas específicas para a produção de vinho.

Na grande maiorias dos países que possuem vinícolas, é feita a produção dos espumantes, porém, a elaboração maior é na França.

A França investiu na produção do espumante e com isso formulou vários métodos no processo da fabricação e assim, surgiram as mais variados categorias deste tipo de bebida. Isso, permitiu a origem de vários tipos nos outros países. São eles:

Prosecco:


Esse é oriundo a vinícola de Vêneto situada na região da Itália. É um lugar onde nas regiões vizinhas produzem variados tipos de vinho espumante e branco. O prosecco, ao longo de muito tempo foi utilizado para nomear a uva utilizada para produzi-lo. Mas o seu nome original é Glera.

Asti:


É um tipo bem mais doce e o seu teor de álcool é baixo. A uva utilizada para sua criação é a Moscato com fermentação única em tanques que possui a contenção de gás carbônico liberado. Sua fermentação, no entanto, é paralisada por meio de resfriamento no instante que a bebida atinge o nível de teor de álcool de 3,5% e doçura de 7 até 9gl.

Sekt:


Este tem origem na Alemanha. Ele possui um nível de doçura bem típico da uva. O tipo Sekt seco é denominado “trocken”.

Cavas:


Tem uma produção que é realizada na região da Espanha, mais precisamente na Catalunha e na Penedés. Sob um clima mais mediterrâneo e muito suave, oferece mais sabor e adocicado para as videiras que ali são cultivadas. É de fato, um sabor único e peculiar.

Champagne é um vinho?


Este é o nome verdadeiro e original de espumantes um tanto quanto especiais, oriundos de uma região, diferentes dos demais e são os únicos que podem levar o nome de champagne.

O verdadeiro e autêntico champagne, é originário exclusivamente da região de Champagne, que está situada cerca de 150 quilômetros de distancia da cidade de Paris ( norte da França ).

Percebe-se, portanto, que a bebida recebe o nome da sua cidade de origem.

Essa versão é um tipo fino, sofisticado que demanda uma produção mais complexa e elaborada no universo dos vinhos.

Dentre as etapas da sua elaboração, estão:

  • A fermentação é feita de maneira natural;
  • As uvas utilizadas são a Pinot Noir, a Chardonnay e também a Pinot Meunier;
  • O cuidado com a preparação das uvas é minucioso e específico para serem levadas ao consumo.

É importante frisar que, o Champagne é a versão de vinho que tem autorização de carregar esse nome somente se o mesmo for elaborado na região da França.

Portanto, nenhuma outra versão desta bebida podem levar esse nome!

Quais são as principais diferenças entre eles?

Então, as reais diferenças são as seguintes:

Frisante:

  • É o vinho no qual a concentração do gás é menor em relação aos outros;
  • Ele é obtido da pré-produção de espumante, ou seja, oriundo da primeira fase de fermentação de uva;
  • Não pode ser chamado de espumante e nem de champangne;
  • É uma opção mais leve, muito discreta e ainda muito refrescante;
  • O mais famoso é o do tipo Lambrusco da Itália, porém, é possível encontrar diversos tipos de frisantes oriundos da Alemanha, França, Portugal e até mesmo do Brasil.

Espumante:

  • É a bebida originária da segunda remessa de fermentação da uva. O processo é natural, seja para o tinto, o rosé ou até mesmo branco;
  • Ele possui o dobro do nível de gás que contém no frisante;
  • O prosecco é o tipo fabricado na Itália e que faz sucesso em todos os países. Ele é tão famoso que as pessoas tendem a associá-lo a qualquer versão espumante,

Champangne:

  • Dentro desse mundo dos vinhos borbulhantes, há o que é considerado o de fato original. O Champagne vai muito além de um simples espumante, ele possui uma qualidade incomparável, com a fabricação muito mais complexa e originado apenas da região da França de mesmo nome;
  • As uvas utilizadas são as melhores que existem no mercado e são submetidas à procedimentos específicos para levar mais sabor, aroma e mais qualidade para a bebida;
  • A concentração alcoólica é mais alta;
  • É uma bebida mais intensa, sofisticada e refrescante;
  • Só é considerado Champagne as bebidas de origem francesa e que sigam rigorosamente o processo de elaboração do mesmo.

Conclusão:


Esclarecemos, contudo, que ambas as opções possuem suas particularidades. Tais são, o nível de álcool, de doçura, a quantidade de gás carbono em cada um deles e o local de fabricação.

Diante das diferentes características, cada um deles merecem a oportunidade de serem apreciados.

Dessa forma, se você gosta de bebidas mais leves opte pelo frisante. Se gosta de apreciar bebidas com mais bolhas de gás uma boa seleção é o espumante.

Agora, se você é gosta de apreciar bebidas mais intensas e finas a escolha certa é o Champangne.

Certamente para cada ocasião há uma opção. Escolha o seu e tenha as melhores sensações!

Referências:

https://justwines.com.au/blog/difference-sparkling-wines-semi-sparkling-wines/#:~:text=In%20layman’s%20language%2C%20semi%2Dsparkling,sparkle’%20than%20their%20sparkling%20counterpart.&text=While%20Champagne%20usually%20contains%205,’semi%2Dsparkling%20wines’.

https://www.thedailymeal.com/drink/difference-champagne-prosecco-sparkling-wine

https://content.kegworks.com/blog/sparkling-wine-champagne-prosecco-cava-moscato-lambrusco-cremant

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!