vinhos

Você já Tomou Vinho de Cereja? Conheça e Aprenda a Fazer as Nossas Receitas!

comprar-licor-cereja

Como é sabido, existe uma quantidade quase infinita de uvas que podem ser usadas para confeccionar vinhos, sejam eles brancos, tintos, rosés, espumantes, champagne, frisante, e por aí vai.

O que queremos dizer com tudo isso é que sempre que pensamos em vinho, automaticamente vem à nossa cabeça uma bebida feita com uva, certo?

Mas você sabia que existem alcoólicos desse tipo produzidos com uma outra fruta, como a cereja, por exemplo?

Como surgiu a ideia de fazer vinho de cereja?

Pois é, existe vinho de cereja!

Acho que por essa você não esperava. Eles não são muito conhecidos em outras partes do mundo, mas são bem comuns na Dinamarca.

Aliás, a criação dessa bebida, que era feita de modo artesanal no período da Segunda Guerra Mundial, foi a forma que o país encontrou para driblar a escassez das uvas durante esses anos. Mas as pessoas gostaram tanto que a bebida acabou se espalhando por toda a região.

Após o término da guerra, os vinhos feitos com uva voltaram normalmente ao mercado, e junto com eles os de cereja, que ganharam o seu espaço com a ajuda dos produtores locais.

Um grande exemplo desse sucesso foram as bebidas fabricadas por Frederiksdal. Em 2008, o produtor começou nessa empreitada fabricando cerca de 200 garrafas. Desde então, a produção pulou para 40 mil, variando entre vinhos de sobremesas e espumantes.

Com quais tipos de cereja podemos fazer essa bebida?

De forma geral, é sempre melhor escolher as mais ácidas e escuras. Elas vão são as melhores para esse tipo de bebida.

O que preciso saber e observar para começar a produção?

Como dito, as melhores cerejas são as ácidas ou azedas e de coloração escura. Outro ponto importante é sempre optar pelas maduras, sem buracos nelas. Isso garante que a fruta não esteja com mofo ou podre.

Apesar de ser um hábito nosso, para fazer um vinho de cereja você não pode lavar a fruta, se você fizer isso vai eliminar as leveduras que ficam na casca.

Para quem não sabe, elas são importantes para a fermentação do vinho. É por isso, inclusive, que os produtores não indicam que você faça a colheita da cereja logo após uma chuva, pois a água retira essas bactérias e isso acaba influenciando na fermentação da bebida, que fermenta mal e mofa.

Você também não precisa tirar o caroço da cereja. Estes saem facilmente durante a fermentação e são simples de eliminar, ao mesmo tempo que a presença deles neste processo faz com que a bebida fique mais perfumada e ácida.

Normalmente o vinho não precisa levar uma dose a mais de fermento, mas se esse for o caso você pode fazer um com polpa de várias frutas, como uva, morango e framboesa amassadas e colocar em uma garrafa. A quantidade destas devem ser de dois copos. Em seguida adicione 250 mililitros de água e 100 gramas de açúcar.

Chacoalhe bem a mistura, vede a garrafa com uma rolha de algodão e armazene em um local escuro e quente por quatro dias. Após esse período acontece a fermentação das polpas, aí é só adicionar ao vinho.

Como o tipo de cereja utilizada é a azeda, ela pura fica um pouco desagradável de beber. Sendo assim, você pode adicionar água ao suco da fruta até que ele fique com um gosto agradável.

Mas isso também depende da fruta, para a casta do tipo Samsonpvka, não se adiciona líquido, ao invés disso, este é substituído por açúcar, o que faz o vinho ficar mais alcoólico.

Por fim, é importante retirar todas as polpas e deixar apenas o sedimento no vinho. É isso que garante a qualidade da bebida.

Receita Simples e Básica do Vinho de Cereja

Ingredientes

Você vai precisar de:

  • Quatro litros de água;
  • Três quilos de cereja azeda;
  • Um quilo e meio de açúcar.

Modo de preparo

Coloque as cerejas, apenas as boas, em um recipiente com pescoço largo. Não esqueça, você não pode lavar a fruta. Amasse a polpa com as mãos com bastante cuidado.

Em seguida, adicione o açúcar e a água, que deve estar morna. Mexa tudo até que o açúcar desapareça. Agora, cubra essa mistura com um pano limpo e coloque o recipiente em um lugar quente.

Após algumas horas o líquido vai começar a fermentar e você vai perceber uma camada branca. Essa mistura precisa ser mexida várias vezes ao dia.

Depois desses quatro dias você vai separar a polpa do mosto e levá-lo para a prensa, que vai drenar o suco da cereja. Após isso, adicione mais um quilo de açúcar e leve tudo para uma garrafa, agitando bem a mistura. Não esqueça de deixar um espaço para a espuma da fermentação.

Vede a garrafa novamente com a rolha que você vai usar no vinho e o tubo de vedação – com uma pinta submersa na água – e volte o recipiente para o lugar escuro por mais quatro dias.

Após esse período, coloque o mosto em um rótulo limpo e adicione 250 gramas de açúcar, misturando novamente. O resto do açúcar deve ser acrescentado depois de mais quatro dias.

Quando o vinho parar de fermentar, você vai perceber que ele não está mais criando bolhas, transfira o líquido para um novo recipiente, usando, preferencialmente, um tubo de borracha.

Deixe a bebida assentar, volte a garrafa para um local escuro, mas agora para um lugar fresco, e espere até que o sedimento apareça no fundo do pote. Aí é só passar a bebida para um recipiente novo quando ela estiver limpa e pronto!

Faça a vedação desta garrafa e mantenha-a em um local fresco.

Receita com Framboesa

Ingredientes

  • Dez quilos de cereja;
  • Cinco quilos de açúcar;
  • Seis litros de água;
  • Um prato de framboesa.

Modo de preparo

Em uma panela adicione as cerejas – sem lavar -, as framboesas e um quilo açúcar. Mexa tudo, cubra com um pano e deixe em um local quente por cerca de um dia.

No dia seguinte, você vai acrescentar a água nessa mistura, mexendo bem. Esse processo de mexer e adicionar o açúcar deve ser feito por quatro dias, no total. E sempre que for fazer isso, amasse a polpa da cereja com as mãos, isso vai fazer o bagaço separar-se dos caroços da fruta, além de criar uma camada de espuma.

Após cinco dias desse processo você vai perceber que os caroços vão ficar na superfície do recipiente, facilitando a retirada.

Em seguida, coe a polpa com uma peneira e passe esse líquido para um pote novo. Não esqueça de apertar bem esse bagaço para retirar todo o suco dele.

É possível que o líquido fique bem azedo. Se este for o caso, acrescente de dois a três litros de água. Jogue o líquido em uma garrafa e vede com tubo de derivação.

Isso é feito para que o dióxido de carbono saia por este local ao invés de entrar em contato com o oxigênio dentro do recipiente, transformando o vinho em vinagre.

Volte o pote para um lugar quente, cerca de 25oC. Isso ajuda na fermentação contínua, que deve durar de quinze a trinta dias.

Após esse tempo, o dióxido de carbono para de ser liberado e a polpa que ficou na mistura ficará no fundo da garrafa.

Após um mês, um mês e meio desse preparo, você terá que tirar a bebida dessa garrafa para colocar em uma nova. Faça esse processo utilizando uma mangueira de borracha. Tudo o que tiver neste outro local tem que ir para o novo, incluindo o sedimento.

Espere mais um mês e troque o vinho de garrafa mais uma vez. Nesta fase é bom você provar o líquido, se ele estiver muito ácido, acrescente álcool ou vodka. Pronto, agora é só colocar em um outro recipiente e vedá-lo com uma rolha.

Receita Congelada com passas

Ingredientes

  • Cinco quilos de cereja;
  • Cinco quilos de açúcar;
  • Três litros de água;
  • 100 gramas de passas.

Modo de preparo

Deixe as cerejas congeladas em um recipiente até que elas descongelem em temperatura ambiente. Depois, amasse-as com as mãos e acrescente a água e o açúcar. Por fim, coloque as passas e mexa tudo.

Cubra a panela com a tampa e deixe em um lugar quente para iniciar a fermentação. De tempos em tempos, de uma mexida na mistura para que o açúcar se dissolva por completo.

Passado de sete a dez dias, período que demora para a fermentação parar, aperte esse bagaço até retirar todo o suco dele, transferindo o líquido para um garrafa.

Lembre-se de nunca encher tudo pois é preciso deixar um espaço para a espuma que vai surgir posteriormente.

Cubra a garrafa com um pano ou tampa juntamente com o tubo de derivação, com a sua ponta imersa em um pote de água.

Quando a fermentação parar totalmente, transfira o líquido e o sedimento para uma nova garrafa. Vede e armazena em um lugar fresco.

Dicas para facilitar e melhorar a produção de vinhos de cereja

Como o dióxido de carbono nessas bebidas pode transformá-la em vinagre, é muito importante você usar o tubo de derivação. Caso não tenha, basta amarrar uma luva na boca da garrafa e fazer um furo nela com agulha.

A substância vai viajar até a luva e sairá por esse buraco. Enquanto a luva estiver em pé, quer dizer que a fermentação ainda está ativa. Quando ela murchar, é sinal de que o vinho está pronto.

Agora coloque na garrafa e armazene na horizontal e em um lugar com uma temperatura em torno de 8 graus. Seu vinho de cereja está pronto.

Como você pode ver é bem fácil de fazer, que tal tentar na sua casa e depois fazer uma degustação com alguns convidados, ótima ideia, não é mesmo?

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!