• Maquina Espresso Delonghi Premium Barista
    Cafés Especiais

    Máquinas de Cafe Espresso: 20 Dicas Para Comprar e Fazer

    Cafeteiras de barista profissional a estilo doméstica / para escritório / lanchonete / copa. Aparelhos com moedor de grãos, automática, multipressão, manual, industrial e mini. Em modo de funcionamento comum e especial para “coffee cream” / crema para capuccino, latte, mocha, etc.

    O café expresso não é caracterizado como um grão diferente. Ele é preparado com os mesmos grãos de um café tradicional.

    No entanto, o que difere o seu gosto e seu aroma é o a forma de prepará-lo. Em sua preparação, há uma passagem de água quente sob uma alta pressão pelos grãos moídos. Para isso, é necessária a utilização de máquinas específicas cujo a pressão da passagem chega até dez bars ou atmosferas.

    Esse processo garante uma bebida com qualidade superior um sabor mais acentuado, porque o grão moído é explorado em toda a sua essência e por isso o líquido é mais consistente do que o tradicional café coado.

    Quais as principais marcas de cafeteiras expresso?

    É possível encontrar numerosas marcas que fabricam máquina de expresso para o uso doméstico. Há quem diga que, as melhores são produzidas na Itália, e geralmente pelas indústrias que também abastecem todo o mercado profissional.

    Máquina de café expresso tem top de linha, fora de série, intermediárias, industriais e também as populares:

    A máquina de café expresso era um objeto de muita cobiça nos anos passados. Esse eletrodoméstico passou a fazer parte das listas de casamentos e obtê-lo em casa era de fato um sinal de status para a maioria das pessoas.

    Mas, com o surgimento das cápsulas e também dos diversos métodos do café coado no comércio, a cafeteira foi perdendo a exclusividade e também a pompa. Bom, nem tanto, as pessoas atualmente não conseguem se separar dela.

    As cápsulas se popularizaram nos últimos tempos. Elas são recipientes em plástico selados com uma folha em alumínio, e com a quantia exata para uma xícara.

    Seu preço é bem acessível, ocupam menos e geralmente são compatíveis com determinadas máquinas de café expresso.

    No comércio há várias opções de máquinas em cápsula: da Nespresso, Dolce Gusto, Três Corações, Philco, Oster, Saeco e cada uma delas possuem suas particularidades:

    • Nespresso – é capaz de produzir diversos sabores de café. Há opções inclusive que podem preparar outras bebidas desde que a base seja o café.
    • Dolce Gusto e a 3 Corações – Essas são bem parecidas. Preparam a chamadas “multibebidas”, pois pode-se preparar o café expresso, chás e até mesmo chocolates. A Dolce Gusto também permite a preparação de bebidas geladas.
    • Philco – Ela é capaz de preparar o famoso café e também o cappuccino.
    • Oster – Essa máquina tem opções de preparação com o pó ou com capsulas. Bem versátil.
    • Saeco – Essa é uma versão mais profissional, automática e que permite preparar cappuccino, expresso, latte macchiato, ou obter água quente em instantes.

    Todas essas opções são excelentes. No entanto, é preciso identificar a sua necessidade, bem como o preço e custo benefício para cada sua finalidade. E por consequência, escolher a máquina ideal para o seu café de todo dia!!!

    Vinte dicas para fazer o melhor café expresso:

    Preparar um expresso é muito simples. Você precisa pôr água no reservatório, acomodar a cápsula no local próprio dela e encaixar a tampa. O café fica pronto em aproximadamente 30 segundos.

    Vale lembrar que, a qualidade é influenciada diretamente através da preparação. Desse modo, para que você garanta um café do tipo expresso perfeito, separamos as seguintes dicas:

    • Ao comprar o café, escolha um que tenha uma boa qualidade;
    • Ligue a sua máquina expressa alguns minutos antes de realizar o preparo para que ela aqueça adequadamente;
    • Opte por utilizar sempre água filtrada;
    • Se for cápsulas, a dose já está pronta de fábrica! Então você não tem que se preocupar com o processo de moagem, compactar o pó e nem de limpar os bicos após o seu preparo.
    • Colocar as capsulas no compartimento conforme instrução da fabricante da máquina.
    • Dispensar a primeira água na xícara para aquecê-la;
    • Extrair o café e apreciá-lo;
    • Se o café for moído, moa na hora com ajuda de um moedor especifico de café manual ou elétrico;
    • Deve-se colocar o pó no compartimento do filtro e nivelar com a ajuda do dedo;
    • Compactar o café com ajuda do prensador;
    • Limpar todas as laterais do compartimento do filtro utilizando de preferência um pincel, caso contrário, limpe o dedo mesmo;
    • Eliminar um pouco da primeira água da máquina anteriormente ao preparo, porque esta está mais quente do que ideal. Além disso, ela serve para higienizar a cafeteira;
    • Despejar um pouco de água na xícara para poder aquecê-la. Isso porque, com ela aquecida a permanência do café quente é estendida por um tempo maior;
    • Encaixar o porta filtro adequadamente;
    • Colocar a xícara para receber o café;
    • Extrair e apreciar o seu café expresso;
    • Após preparar o seu café, é essencial realizar a limpeza da máquina. Deve-se liberar a água para higienizar o local onde o porta filtro se encaixa e passar um pano limpo.
    • Os cantinhos que são mais difíceis de limpar, utilize uma escova de dentes para limpar;
    • Não utilize sabão para a limpeza. As máquinas precisam estar sempre limpas, mas a utilização de sabão e/ou detergente não é indicada;
    • A cada ciclo de preparação de 30 cafés, a higienização precisa ser mais profunda. Deve-se realizar o desmonte da cafeteira com cuidado (se for do tipo italiana), limpar com escova e desobstruir todos os furos. Se por ventura a junta da borracha encontrar-se danificada, essa é a hora de fazer a troca.

    Tenho certeza de que, com todas estas dicas você terá o melhor do café expresso.

    Cada máquina de café tem à sua maneira de funcionamento dentre outras particularidades. Entretanto, antes de realizar a preparação do seu primeiro cafezinho, leia minuciosamente o manual de instruções.

    Essa prática te ajudará a utilizar a cafeteira expresso de maneira correta e por consequência cuidar para que ela dure muito.

    O café expresso não se trata apenas de uma bebida, trata-se de um estilo, de um jeito singular de tomar e apreciar o café.

    Não se trata apenas de uma máquina, e sim de um processo, de uma experiência mais intimista, perceptiva e sensorial dos sabores, aromas e prazeres.

    Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!
  • Kopi Luwak Civet Coffee da Indonésia
    Cafés Especiais

    Kopi Luwak (Civet Coffee): O Café Mais Caro do Mundo

    O que o torna muito supremo, exótico e diferente dos outros? Como é feito, sua história, como é sua produção e qual animal participa do processo, onde comprar, seu preço e porque é tão caro?

    O café sem dúvidas está presente na vida e na rotina da maioria da população. Muitas pessoas chegam até a confessar que, sem o café, o seu dia e sua a produtividade não são as mesmas. Entre os mais diversos tipos de grãos, você já ouviu falar do Kopi Luwak e suas peculiaridades?

    A origem do Kopi Luwak:

    Esta descoberta apareceu na Indonésia sendo produzida a partir das fezes de um animal chamado Civeta. Este jeito atípico de fazer café vem da região asiática que contempla países além da Ásia como do Sumatra, Vietnã e Índia onde coincidentemente estes animais também habitam!

    Esses curiosos bichos passaram a incluir os frutos de café em sua dieta além de outras frutas da região. Como as sementes não são digeridas por esses animais, obviamente os grãos do café saíam nas fezes dos felinos que, com o tempo passaram a ser aproveitadas pelos moradores.

    Outro fato interessante é que esta descoberta só foi possível pois nas lavouras coloniais, os holandeses não permitiam que os indonésios fizessem o consumo dos frutos, ainda que fossem cultivados em próprio solo dos colonizados.

    Desta forma, não havia outra alternativa: as fezes desses animais eram coletadas, limpas de acordo com os recursos da época, para que finalmente pudessem ser consumidas.

    Mas afinal, o que o torna este café mais “gostoso?”

    O resultado da descoberta foi inacreditável: a partir da fermentação dos grãos do café com os outros frutos consumidos pela Civeta em seu trato digestório, foram atribuídos aos grãos excrementados um sabor único, que logo ganhou notoriedade e consequentemente valor.

    Por que é considerado o café mais caro do mundo?

    Após o processo de fezes desses animais, os grãos atualmente são higienizados, tratados e torrados gerando menos de 230 quilos por ano! Além disso, como se trata de um fazimento que depende da digestão de um animal, sua condição se torna ainda mais rara.

    Quanto a segurança do consumo desse tipo de café, também não há preocupações: o pesquisador italiano Massimo Marcone elaborou um estudo em 2004 que garante a segurança da mesma. Ou seja, consumi-la não expõe riscos a saúde de nenhum indivíduo.

    Qual custa o Kopi Luwak? Onde comprar?

    Aqui no Brasil, este café é encontrado em sites especializados com o preço do Kg variando entre R$1.200,00 a R$1.600,00! Nem mesmo as redes mais renomadas como a Starbucks disponibilizam esta bebida até o momento no país.

    Segundo os apreciadores da iguaria, este café possui um sabor menos ácido e mais aveludado, lembrando uma mistura entre chocolate e vinho com tons avermelhados. Para quem gosta de um bom café, certamente esta seria uma experiência excepcional.

    Além de não ser fácil encontrar estes grãos especiais à venda, existe também uma grande preocupação dos atuais ativistas ambientais. Isso porque devido a notoriedade que o Kopi Luwak ganhou com o tempo, muitos produtores acabaram criando Civetas em cativeiros.

    Infelizmente, muitos desses animais atualmente vivem enjaulados e recebem apenas os frutos do café como alimentação, mantendo uma dieta extremamente pobre e limitada. Logo, é muito difícil prever qual o tipo de café está sendo consumido: por animais livres ou aprisionados.

    Portanto, caso seja uma preocupação sua e esteja em dúvida sobre o consumo, pesquise bem sobre as referências da marca, e faça uma compra consciente. Além de contribuir para a diminuição de tráfico dos animais, você será um dos raros privilegiados a consumir esta bebida.

    Certamente, o Kopi Luwak tem motivos de sobra para ser considerada a o café mais caro do mundo: Além de seu processo ser de maior parte natural, é possível sentir no paladar toda a especialidade que os fenômenos da natureza podem proporcionar ao ser humano.

    Logo, apesar dos grãos serem estimados e possuírem um alto valor aquisitivo, nada se compara ao valor que a natureza por si só tem e é capaz de oferecer! Esperamos que tenha gostado do conteúdo e até breve!

    Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!