vinhos

Quais os 15 Melhores Vinhos da Nova Zelândia Bons e Baratos?

australianos-sauvignon-blanc-preço-americanos-portugueses-frisantes-uruguaio-espanha-vinho-mistral

No celular gire a tela para ver a tabela completa

PosiçãoVinho da Nova ZelândiaPreçoOnde Comprar
1Hunter’s Riesling 2018R$260,90Ver
2Hunter’s Sauvignon Blanc 2018R$260,90Ver
3Neudorf Chardonnay 2011R$334,70Ver
4Hunter’s Chardonnay 2013R$295,25Ver
5Ata Rangi Sauvignon Blanc 2016R$355,40Ver
6Felton Road Pinot Noir Calvert 2014R$961,97Ver
7Felton Road Pinot Noir Calvert 2016R$910,59Ver
8Neudorf Moutere Riesling dry 2014R$404,30Ver
9Trinity Hill Gimblett Gravels Viognier 2012R$409,80Ver
10Trinity Hill Gimblett Gravels Syrah 2012R$433,20Ver
11Felton Road Pinot Noir Bannockburn 2016R$268,58Ver
12Sileni The Plateau Pinot Noir 2016R$149,14Ver
13Burn Cottage Moonlight Race Pinot Noir 2016R$722,20Ver
14Neudorf Moutere Pinot Noir 2012R$777,80Ver
15Rippon Pinot Noir 2016R$809,70Ver

Uma das melhores coisas do universo do vinho, além das inúmeras possibilidades de rótulos, é a quantidade de regiões produtoras dessa bebida.

Obviamente que podemos e devemos experimentar as criações de áreas super conhecidas na fabricação de vinho, como o nosso próprio país – Brasil -, Portugal, Itália ou França. Mas também temos que dar a chance de conhecer os rótulos que estão começando a vingar neste ramo, que é o caso do nosso personagem principal aqui: a Nova Zelândia.

Assim como o seu país vizinho Austrália, a Nova Zelândia vem ganhando reconhecimento neste universo por fabricar bebidas de altíssima qualidade e saborosas.

Quais as principais características dos vinhos da Nova Zelândia?

Isso vai depender, obviamente, da uva escolhida. Ao todo, o país trabalha com quatro principais castas: Sauvignon Blanc – a mais famosa da região -, Syrah, Pinot Noir e Chardonnay.

Sauvignon Blanc

Comecemos com a casta mais famosa da Nova Zelândia: Sauvignon Blanc. Essa espécie é muito usada no país e por isso é uma das mais conhecidas por lá, não à toa, pois ótimos vinhos brancos da area são feitos com essa uva.

As características de um vinho com Sauvignon Blanc é uma bebida com sabor vibrante e aromas marcados por um toque mineral e de frutas, além de notas de groselha branca e maracujá em um fundo cítrico.

Pinot Noir

A Pinot Noir, uva originária da Borgonha, é a segunda espécie mais cultivada na neste país.

É uma casta que resulta em um vinho de sabor frutado, intenso e bem expressivo, com um aroma de frutas pretas e vermelhas maduras.

Syrah

O país também é conhecido por trabalhar com uvas Syrah, o que resulta em uma bebida de um sabor complexo e picante, com notas de pimenta do reino e ameixas.

Alguns deles tem um sabor de especiarias, como o cravo, por exemplo.

Chardonnay

Chardonnay é uma uva clássica na Nova Zelândia. Fazendo um vinho concentrado e equilibrado. Tem um sabor de frutas tropicais e notas cítricas.

Abaixo, separamos algumas opções para você provar, confira!

1 – Hunter’s Riesling 2018

Apesar do país trabalhar com as quatro uvas que citamos acima, é possível achar outras castas por lá, como é o caso do Riesling.

Neste caso você vai se deparar com um vinho com aroma de limão fresco e outras frutas tropicais cítricas, além de maçã verde e notas florais.

É uma bebida bem equilibrada, com uma ótima acidez e um final longo e refrescante.

A garrafa de 750ml custa em torno de R$260,90 e combina bem com carnes em geral, camarão, peixe e queijos.

2 – Hunter’s Sauvignon Blanc 2018

Aqui temos uma opção para quem quer experimentar um vinho com a uva mais usada na Nova Zelândia. Esse Sauvignon Blanc se mostra uma bebida com aromas herbáceos, maracujá e outras frutas tropicais.

No paladar é fresco, com uma camada de sabores persistentes e vivos, além de uma acidez bem equilibrada.

Uma curiosidade com relação a esse rótulo é que com o intuito de preservar todos os aromas da fruta, as uvas foram colhidas nas primeiras horas da manhã.

Na harmonização aposte em carnes em geral, queijo, camarão e peixe para acompanhar esse Sauvignon Blanc. Com relação ao preço, a garrafa custa R$260,90.

3 – Neudorf Chardonnay 2011

Considerado um ótimo Chardonnay do Novo Mundo, esta é uma bebida elegante, sofisticada e rica no paladar.

Já no nariz traz notas cítricas e de minerais. Custa um pouco mais caro que as opções anteriores: R$334,70.

Acompanha bem peixes gordos, carnes brancas e crustáceos.

4 – Hunter’s Chardonnay 2013

Numa garrafa de 750ml, este é um exemplar com aroma floral, notas de avelã e frutas cítricas. Na boca se mostra bem estruturado, com toques de pêssego. Sua acidez é bastante agradável.

Um vinho muito bem equilibrado, frutado, fresco e com toque amadeirado.

Para acompanhar este rótulo aposte em comidas que levam carne, peixes, camarão, além de queijos e saladas.

O valor de deste fica na casa dos R$295,25.

5 – Ata Rangi Sauvignon Blanc 2016

Neste Sauvignon Blanc, 5% das uvas foram fermentadas em contato com a pele da fruta e deixado nessa situação por dois meses para trazer mais complexidade à bebida. Já o mosto, 30%, na verdade, foi fermentado em barricas neutras.

Por conta disso é um vinho elegante, carregado de aromas cítricos e frutas de caroço maduras.

Ele tem uma boa acidez, traz o frescor da fruta e sua textura é bem delicada.

Vai ser um ótimo companheiro em pratos com mariscos, queijo de cabra e opções vegetarianas.

O preço desse branco gira em torno de R$355,40.

6 – Felton Road Pinot Noir Calvert 2014

Este da Felton Road é um vinho feito com uvas de cultivo biodinâmico. O vinhedo usado, um Calvert de baixa elevação, produz frutas com uma maturação bem uniforme.

É uma bebida bem sedosa e interessante, com um sabor suculento e uma textura bem agradável.

Ele combina perfeitamente com pratos feitos com pato, caça e codorna.

O preço não é tão convidativo assim, a garrafa custa R$961,97, mas vale a pena provar, pelo menos uma vez na vida.

7 – Felton Road Pinot Noir Calvert 2016

Assim como a anterior, utiliza uvas de cultivo biodinâmico e videira Calvert.

No paladar é saboroso, com notas de frutas negras e flores. A bebida passa cerca de onze meses em barricas de carvalho francês. Ah, e é também um vinho de guarda, podendo ser armazenado por cinco até dez anos.

Assim como o anterior, aposte em pratos com pato, codorna ou carne de caça para fazer uma boa harmonização.

Para provar esse Pinot Noir você terá que desembolsar a quantia de R$910,59.

8 – Neudorf Moutere Riesling dry 2014

Com o Riesling dry você vai se deparar com um vinho de aromas de cascas de frutas cítricas maduras e com notas de flores.

No paladar tem uma textura mais complexa e conta com notas minerais e cítricas.

Ele combina com carne de porco, comida picante, marisco, aves e tábua de petiscos feitos com carne curada.

Elegante, é um vinho de guarda, com duração de cinco a vinte anos. Mesmo com essas características, ele não é tão caro (se comparado aos demais), com cada garrafa custando R$404,30.

9 – Trinity Hill Gimblett Gravels Viognier 2012

Dizem que este vinho é uma excelente opção para quem deseja sair dos rótulos feitos com Pinot Gris e Chardonnay. É exótico e sensual, com aromas de flor de laranjeira, jasmin e damascos frescos.

Na boca é rico, com uma textura bem agradável. Por conta das suas características ele vai muito bem com mariscos e carnes no geral.

Cada exemplar tem um valor a partir de R$409,80.

10 – Trinity Hill Gimblett Gravels Syrah 2012

Com aroma de framboesa, pimenta preta e outras especiarias, esse Syrah detém uma excelente qualidade no aroma, além de ter taninos macios, com uma ótima complexidade, elegância e estrutura.

É frutado e conta com uma boa acidez.

Ele vai bem com carnes vermelhas, grelhadas, assadas ou marinadas.

Também fica em torno de R$433,20 cada garrafa.

11 – Felton Road Pinot Noir Bannockburn 2016

Trata-se de um vinho macio e profundo, feito com Pinot Noir de cultivo biodinâmico.

É um vinho com bastante fruta madura e profundidade. Ele traz diversos traços dos seu terroir, o que faz ele ser querido entre os especialistas.

É uma excelente companhia para acompanhar pratos feitos com pato e carnes em geral.

Possui um ótimo custo benefício, com preços a partir de R$268,58.

12 – Sileni The Plateau Pinot Noir 2016

Tinto feito exclusivamente com uvas Pinot Noir, é uma bebida elegante e fina, com todos os traços de um rótulo do Novo Mundo.

Com um ótimo potencial de guarda, de cinco a dez anos, esse vinho é maturado em barrica por alguns meses.

Assim como os anteriores, vai bem com pato e carne de caça, preferencialmente grelhada.

Outro que possui um excelente custo benefício, com cada exemplar custando em média R$149,14.

13 – Burn Cottage Moonlight Race Pinot Noir 2016

Este Moonlight Race passa por uma seleção de uvas bem rigorosa, onde as frutas são conferidas duas vezes para garantir uma ótima qualidade. 22% delas são fermentadas em formato de cacho inteiro.

É um vinho com aroma de frutas, como cereja, além de ter notas de especiarias e e elementos terrosos.

Na boca é elegante, com taninos sutis, fazendo uma boa concentração e equilíbrio.
Sua harmonização cai como uma luva com carnes de caça, aves, vitela e carne de vaca.

Seu preço não é muito atrativo a primeira vista, mas ao conhecer a produção e os métodos utilizados, você entende o valor de cada garrafa custar R$722,20.

14 – Neudorf Moutere Pinot Noir 2012

Vinho com aroma de chocolate, defumados, frutas vermelhas esmagadas e notas de especiais.

Na boca se mostra rico e com uma boa textura, além de taninos macios e uma acidez bem agradável ao paladar. Tem um final longo e persistente.

Ele vai bem com vitela, aves, carne de caça e bovina.

Cada exemplar fica na casa dos R$777,80.

15 – Rippon Pinot Noir 2016

Este aqui é uma bebida redonda, agradável, de corpo médio e textura sedosa. Os taninos são finos e detém um final longo.

Traz ao nariz um aroma de frutas, com notas de sous-bois e carvalho.

Para a harmonização aposte em carnes de vaca, caça, vitela e aves.

A garrafa custa R$809,70, mas esse valor compensa no potencial de guarda, que é de mais de 10 anos.

Onde comprar?

Apesar de ótimos, os vinhos da Nova Zelândia não são tão comuns por aqui. Sendo assim, pode ser difícil você achar um rótulo desses nas prateleiras do supermercado, mas não deixe isso te impedir de experimentar as bebidas do país.

A solução mais prática é procurar por opções na internet. Aí é só fazer uma boa pesquisa para conseguir o preço mais em conta.

Não esqueça também de verificar a credibilidade da loja antes de fazer a compra, principalmente se você não conhece ou nunca comprou nesse E-commerce.

Conclusão

Esperamos que tenha ficado curioso para experimentar um vinho da Nova Zelândia, porque eles são bastante diferentes dos produzidos em outras regiões do mundo. Confira você mesmo e descubra essas diferenças.

Referências:

https://www.foodandwine.com/wine/wine-new-zealand-bottles

https://www.decanter.com/decanter-best/25-best-new-zealand-wines-454695/

https://www.newworld.co.nz/discover/wine-awards/best-new-zealand-wines

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!