vinhos

Vinho Bag in Box: Qual é a Origem? Quais são as Vantagens? Qual é o Preço?

miolo-fabenne-vinhos-brasil-do-sul-porto-alegre

No celular gire a tela para ver a tabela completa

PosiçãoVinho Bag in BoxPreçoOnde Comprar
1Arbo Tannat – Casa PeriniR$112,00.Ver
2Porta 6 – Vidigal WinesR$144,00Ver
3Tinto seco Merlot – CastellamareR$194,00Ver
4Vigna d’Oro Cabernet Sauvignon – LarentisR$108,00Ver
5Tinto fino Cabernet Sauvignon – FabenneR$109,00Ver
6Seleção Chardonnay e Viognier – MioloR$98,00Ver
7Branco seco – Don GuerinoR$114,00Ver
8Branco – Vinícola ValmarinoR$119,00Ver
9Marcus James Reservado – AuroraR$77,00Ver
10Branco seco Niagara – Vinícola BorgoR$74,00Ver

Uma das coisas que mais chamam a atenção no momento de compramos um vinho é o seu rótulo e formato da garrafa. Esses são nosso primeiro contato com a bebida, e é aquela coisa, a primeira impressão é a que fica.

Obviamente que não podemos decidir qual vinho levar só por conta disso, mas não podemos negar que a garrafa chama muito atenção.

Mas você já se imaginou comprando um vinho em uma outra embalagem que não fosse a garrafa de vidro? Parece meio difícil de imaginar, não é mesmo?

Pois saiba que isso não só era feito há muitos anos atrás, como o conceito de bag in box ganhou muitos amantes nos últimos anos, e é justamente sobre ela e suas vantagens que vamos abordar aqui.

Qual é a origem da bag in box?

Apesar de ter virado uma febre nos últimos anos, a bag in box foi criada muito tempo atrás.

A bolsa foi idealizada em 1965, mais precisamente em 20 de abril pelo enólogo Thomas Angove.

O primeiro modelo criado foi feito com bexigas de polietileno de 4,5 litros inseridas em caixas de ondulação. O conceito foi criado com o objetivo de facilitar a venda da bebida no varejo.

Nesse piloto o consumidor tinha que cortar o canto da bolsa para fazer a bebida sair. Mas essa prática durou pouco tempo, pois em 1967, Charles Malpas, um inventor australiano, veio com a ideia de uma torneira de plástico com ar firme, que foi soldada a uma bexiga metalizada, facilitando e muito o consumo de vinho na bag in box.

Como funciona a bag in box?

Dentro da caixa ou box de papelão ondulado e estável vai uma bolsa de plástico onde o vinho é armazenado. Já a bolsa em si fica conectada a uma torneira, a responsável por levar a bebida até a taça. Bem simples, certo?

Normalmente essas bolsas possuem dois tamanhos: de três ou cinco litros, o que totaliza de quatro a seis garrafas de vinho.

Atualmente você encontra bag in box com os mais variados tipos de vinhos. Brasileiros, italianos, portugueses e por aí vai. Contudo, a Nova Zelândia, o Reino Unido e o Chile são os locais onde elas são mais famosas.

Já no quesito fabricação e exportação das bags, Austrália, França, Itália, Alemanha e África do Sul ficam em primeiro lugar.

E apesar de ter usado o vinho como exemplo, as bags in box podem ser usadas para transportar/armazenar qualquer tipo de bebida, de água até tequila.

Quais os benefícios da bag in box?

Tem vantagens em usar a bag in box? Obviamente!

A principal delas é que ela comporta uma quantidade muito maior de bebida que as garrafas. Por exemplo, se você está numa festa, é só encher a bag e deixar os convidados se servirem à vontade, sem a necessidade de ficar abrindo um novo rótulo toda hora.

Provavelmente você também não vai ter que ficar abastecendo ela a todo momento pois a mesma suporta até cinco ou seis litros de vinho.

Outro ponto que faz a bag sair à frente das garrafas: ela faz o vinho durar muito mais. Quando consumimos a bebida em sua embalagem comum, assim que abrimos, o líquido entra em contato com oxigênio e começa a oxidar imediatamente, fazendo com que o item vá perdendo suas qualidades naturais gradativamente.

Isso não acontece com a bag porque você não abre a bolsa para pegar a bebida, ela sai por uma torneira, e isso impede que o ar entre dentro do recipiente. Com isso, o vinho não oxida e, consequentemente, dura mais. A sugestão de consumo para os líquidos dentro da bag é de três meses, mas ele pode durar até três anos.

Não podemos esquecer também da praticidade que é carregar uma bag ao invés de várias garrafas de vinho. Além de diminuir o peso, ela também ocupa muito menos espaço.

Ela também não quebra, não exige que você tenha os artigos para garrafas – saca-rolhas e itens para servir o vinho do rótulo para a taça -, são mais baratas que esses recipientes de vidro e é sua companhia perfeita para piqueniques, praia e outras ocasiões ao ar livre.

Sem contar que é uma opção muito mais ecológica, afinal, você não está produzindo lixo a cada vez que comprar uma garrafa.

Mora sozinho? Ótimo opção para você, já que é bem pouco provável que você tome uma garrafa inteira em um dia só. Ela é perfeita também para quem costuma tomar uma taça de vinho todos os dias ou para quem não liga de ingerir a mesma bebida por alguns dias.

O preço médio de uma bag de cinco litros gira em torno de R$150 reais, no máximo. Se você colocar na ponta do lápis o quanto você gasta comprando garrafas você verá que vale muito a pena.

Quais as desvantagens dessa bolsa em caixa?

A bag in box tem algumas desvantagens, principalmente no quesito sensorial. Por mais que ela preserve bem o vinho, pode acontecer da bebida sofrer certas mudanças se ficar muito tempo armazenada na bolsa.

Além disso, não vale a pena se você não tem o hábito de beber todos os dias ou se consegue terminar uma garrafa de uma vez só.

Quais os 10 melhores vinhos bag in box?

Opções em Vinho Tinto

1 – Arbo Tannat – Casa Perini

Da Casa Perini, é um vinho Tannat cheio de qualidade, juventude e sofisticação. Ele conta com uma cor púrpura bem intensa, comum desse tipo de uva.

No olfato traz aromas de cacau tostado, já na boca é uma bebida muito bem estruturada, de corpo leve e taninos agradáveis e marcantes.

Prós:

  • Vinho gaúcho de ótima qualidade;
  • Bolsa de três litros.

Contra:

  • Vinho seco – para quem não gosta, não é uma boa opção.

O preço dessa bag é de R$112,00.

2 – Porta 6 – Vidigal Wines

Lembra que comentamos que Portugal é um dos países onde a bag in box é muito utilizada? Sendo assim, não poderia faltar uma bolsa portuguesa na lista.

Da Vidigal Wines, essa bebida é produzida com uvas Castelão, Touriga Nacional e Aragonês. Por conta do terroir, é um líquido super fresco no paladar, além de ser frutado e macio.

Tem sabor de frutas vermelhas e secas, formando uma dupla super saborosa na boca.

Prós:

  • Bag de três litros;
  • Vinho português de alta qualidade.

Contra:

  • Item importado e as vezes o preço varia muito.

A caixa gira em torno de R$144,00.

3 – Tinto seco Merlot – Castellamare

Apesar de ter uma cor bem intensa, este Merlot é super aveludado e macio no paladar. Você sentirá toques de frutas, taninos médios muito bem equilibrados e uma boa acidez.

Percebe-se igualmente algumas notas minerais e de ervas ao chegar à boca.

Prós:

  • Preço acessível e com ótimo custo benefício;
  • Vinho brasileiro de alta qualidade;
  • Fácil de achar para comprar.

Contra:

  • Bebida seca que pode não agradar os mais fãs de doce.

O preço desse vinho fica em torno de: R$78,00 na versão de 3 litros e R$194,00 com 5 litros.

4 – Vigna d’Oro Cabernet Sauvignon – Larentis

Esse rótulo da Larentis é uma excelente opção para quem quer provar vinhos produzidos com um cuidado todo especial. As uvas, por exemplo, são colhidas de forma manual.

Ele tem uma cor intensa de rubi com tons roxos. No olfato detém um aroma bem delicado de frutas vermelhas, como a ameixa. No paladar é harmonioso, com um bom corpo, o que acaba preenchendo bem a boca.

Prós:

  • Vinho brasileiro;
  • Possui um ótimo custo x benefício.

Contra:

  • Bebida seca, pode não agradar a todos.

Essa bag in box custa em torno de R$108,00.

5 – Vinho tinto fino Cabernet Sauvignon – Fabenne

Vinho da Fabenne com um aroma marcante de frutas vermelhas e corpo leve. Ele leva uvas Cabernet Sauvignon e Tannat.

Detém um sabor agradável e gostoso e, segundo a vinícola, pode ser consumido por até 30 dias, perfeito se você não costuma beber sempre.

Prós:

  • Vinho brasileiro;
  • Possui bom custo benefício;
  • Bag com 3 litros.

Contra:

  • Bebida seca.

Você vai pagar cerca de R$109,00 nessa bag in box.

Opções para Vinho Branco

6 – Seleção Chardonnay e Viognier – Miolo

Esse branco da Miolo com uvas Chardonnay e Viognier é perfeito para te acompanhar em festas ao ar livre.

É amarelo com toques esverdeados e se torna super brilhante quando servido. Seu aroma é frutado, com toques de frutas cítricas e maçãs. É fresco na boca e também tem uma boa acidez.

Prós:

  • Preço acessível;
  • Perfeito para piscina e festas ao ar livre.

Contra:

  • Deve ser servido bem gelado.

Custa em torno de R$98,00.

7 – Vinho Branco seco – Don Guerino

Com uvas Chardonnay e Riesling, é um vinho branco perfeito para tomar no dia a dia.

Refrescante, tem um aroma cítrico, de frutas brancas e notas florais. Na boca se mostra elegante e delicado, com um final persistente.

Prós:

  • Vinho brasileiro com ótima qualidade;
  • Bag de três litros.

Contra:

  • Opção seca que pode não agradar muitos.

Você pode apreciar esse branco por R$114,00.

8 – Vinho Branco – Vinícola Valmarino

Feito com uvas Moscatel, esse vinho conta com uma boa dose de açúcar residual, característico da casta. Aliás, esse traço faz a bebida ser mais doce, mesmo sendo uma alternativa seca.

Traz ao olfato toques de frutas cítricas, como pêra, pêssego e maçã. No paladar mostra uma acidez muito bem equilibrada e um bom final.

Prós:

  • Bag de 5 litros;
  • Vinho nacional com ótimos valores.

Contra:

  • Deve ser servido bem gelado.

Você vai pagar algo em torno de R$119,00 por essa bag.

9 – Marcus James Reservado – Aurora

Se você quer uma opção boa e barata e ainda com uva Chardonnay, então você precisa experimentar esse branco da Aurora.

De corpo leve e super agradável no paladar, ele conta com uma coloração amarela que se destaca na taça.

Ao levar ao olfato você vai sentir um vinho super fresco, além de notas de frutas. Já no paladar tem um sabor único e é persistente.

Prós:

  • Vinho brasileiro que conta com uma qualidade premiada;
  • Bom custo-benefício.

Contra:

  • Precisa ser servido gelado.

Esse bag da Aurora custa apenas R$77,00.

10 – Branco seco Niagara – Vinícola Borgo

O branco da Borgo é perfeito para qualquer hora do seu dia. Com uva niagara, detém um aroma levemente doce, com toques da própria casta e frutas de polpa amarela.

Prós:

  • Bag com 5 litros;
  • Vinho Nacional feito com uvas Niagra.

Contra:

  • Bebida seca que pode não agradar a todos.

No paladar é leve e com uma boa acidez. Ele também tem um bom custo-benefício, R$74,00 a bag.

Conclusão

E aí, pronto para comprar sua bag in box?

Depois de todas essas informações acredito que você vai passar a olhar de forma diferente para esses vinhos em caixa.

Referências:

https://www.the-drink-talking.com/blogs/news/bag-in-a-box-wine-is-it-any-good

https://www.decanter.com/wine-reviews-tastings/bag-in-box-wine-374182/

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!