tirar-da-estraga-geladeira-como-guardar-aberto-posso-congelar-adega-de-gelado-pode-esquentar
Curiosidades

Como Armazenar Vinho em Casa Corretamente? Quais Cuidados Você Deve Ter?

O vinho sempre será uma ótima opção para completar uma determinada refeição ou para apreciá-lo ao em algum momento do dia.

Para acertar na escolha, o ideal é identificar o tipo de uva além da marca que o produziu. Isso, de fato influencia de maneira significativa na sua qualidade.

Além disso, saber guardá-lo corretamente é primordial para preservar todos os seu benefícios, sabores e aromas.

Quais as principais dicas para estocar o vinho?

Da mesma maneira em que o interesse por vinhos se eleva, há também o aumento da quantidade de garrafas se adquire.
No entanto, quanto maior conhecimento sobre essa bebida, maior a confiança e cuidado para com os mesmos.

Por isso, para garantir que eles permaneçam sob perfeitas condições de consumo, é preciso atentar-se as seguintes condições:

  • Temperatura;
  • Local;
  • Posição da garrafa;
  • Iluminação;
  • Trepidação;
  • Vibração;
  • Ventilação.

Como escolher o local adequado para seu vinho?

Para que seu vinho dure com todas as suas características em sua casa, é necessário escolher o local mais adequado para isso.

Opte por armazenar em um local na sua casa que ofereça as seguintes condições:

  • Temperatura ambiente mais fresca;
  • Firmeza desta temperatura;
  • Baixa claridade;
  • Umidade controlada.

Além disso, nesse local precisa ser possível posicionar as garrafas adequadamente e bem firmes. Isso porque locais com vibrações indesejadas podem também interferir nas características do vinho;

Confira mais abaixo todos os detalhes!

É verdade que cada tipo de vinho tem um prazo de validade determinado?

Em geral, os vinhos tintos são mais resistentes para guarda em relação aos brancos, rosés e espumantes. Vale lembrar que se armazenados de maneira e condição corretas.

Existem aqueles que são feitos especialmente para guarda, pois o seu potencial e qualidade aumentam ainda mais.

Sinceramente, é muito difícil determinar o tempo exato quando se trata de uma garrafa lacrada, porém, há a divisão de 3 etapas para facilitar, são elas:

  • Vinhos que são mais jovens, eles são preparados para o consumo imediato/rápido, ou seja, para consumir entre 1 até 2 anos;
  • Os vinhos que possuem o potencial médio de guarda, não são mais tão jovens, então, o consumo varia de 3 para mais anos;
    Ex: Malbec de Mendoza.
  • Tintos produzidos para o envelhecimento durante longo prazo, a duração é de 5 até mais anos;
    Ex: Riojas envelhecidos.
  • Branco, espumantes e rosés – Esses no geral são de consumo imediato. Por esse motivo, é ideal consumir no máximo até 2 anos. Eles com o passar do tempo tendem a perder sua complexidade bem como suas características e qualidade.

Qual posição vertical ou horizontal é a mais correta de um vinho ser armazenado?

Esse questionamento é um tanto polêmico e de fato muitas pessoas têm a dúvida em relação a posição mais adequada para armazenar vinhos.
Há discusões diversas os quais alguns especialistas defendem que não importa se a garrafa fique deitada ou pé.
Já outros afirmam ser a horizontal a melhor posição para guardá-los. A justificativa é que nessa maneira de organizar as garrafas, as rolhas são hidratadas, ou seja, a oxidação e o ressecamento é evitado.
Bom, há, no entanto, estudos científicos que testaram as duas situações e a conclusão é a seguinte:

  • Manter as garrafas deitadas é a maneira mais popular e mais segura para conseguir manter os benefícios e qualidade do vinho.

Então se está cientificamente comprovado, por que fazer o contrário, não é mesmo?
Além disso no local precisa ser possível posicionar as garrafas adequadamente e bem firmes.

Em qual temperatura deve ser estocado o vinho?

Um vinho servido sob a temperatura ideal, é primordial para garantir que a sua qualidade e o seu sabor cheguem 100% à mesa.

Por isso, cuidar da temperatura no momento de armazená-lo é extremamente importante. A temperatura mais indicada para realizar a armazenamento da bebida é cerca de 12ºC.

Vale ressaltar, que essa temperatura pode aumentar até no máximo 24ºC caso o vinho não seja imediatamente consumido.

Em contrapartida, exposto sob temperaturas menores do que 12ºC, os vinhos não são afetados em sua qualidade, porém, podem cooperar para retardar o processo de envelhecimento.

Para algumas uvas, no entanto, essa temperatura mais baixa é bem interessante.

É importante frisar que oscilações constantes na temperatura também tendem a prejudicar a qualidade e o sabor do vinho.

Por essa razão, cuide sempre para que não ocorra oscilações térmicas sob variação maior que 2,7ºC dentro de um único ano.

As garrafas devem ficar em ambiente fresco e distante da umidade?

Como já mencionado, a umidade também deve ser uma preocupação na hora de guardar seu vinho.

Se você desejar realizar a guarda na sua residência, é essencial que preste atenção na umidade do local. Ela pode interferir negativamente nos aspectos originais da bebida.

O local então precisa ter umidade considerável, isto é, o percentual mais adequado é de 65 até 75 % no ambiente.

Se o espaço se manter com a umidade muito baixa, as rolhas das garrafas podem ficar ressecadas e facilitar a passagem de oxigênio para a bebida. Essa oxigenação indevida, pode alterar o aroma e o sabor da bebida.

Qual o tempo de armazenamento do vinho?

Acima abordamos as etapas para manter o tempo de vida do vinho ideal, prolongando sua validade de maneira a preservar suas características.

Há entretanto a famosa lenda de que quando mais velho for o vinho melhor será o seu potencial, sabor e qualidade.

A realidade é que não são todas as espécies de uvas ou de vinhos que tem uma reação satisfatória quanto à ação do tempo.

Mesmos os vinhos fabricados para guarda, possuem um prazo máximo e que ao ultrapassar, a qualidade é certamente prejudicada.

O prazo máximo de guarda então é de 10 anos. Lembrando sempre de identificar a capacidade de cada um conforme já mencionado.

O local deve ter luz normal, pouca ou nenhuma luz?

A luz seja solar ou artificial, se entra em contato direto com as garrafas podem prejudicar a bebida.

Se muito fortes, no entanto, podem interferir no sabor, no aroma e na cor da mesma. Por isso, o ideal é que o lugar esteja sob a mínima iluminação possível.

Após aberto, o vinho pode manter e continuar contato com oxigênio?

Depois que abrir a garrafa de vinho, se desejar guardá-lo, é importante cuidar para que o líquido tenha o mínimo de contato com oxigênio possível.

É importante deixar claro que após a sua abertura, o vinho tem a sua vida útil contada. Por isso, para evitar a entrada de oxigênio tampe bem a garrafa. Nunca a guarde na geladeira sem tampa ou sem rolha.

De qualquer maneira, existem algumas exceções, mas em sua grande maioria, os vinhos depois de abertos e após cerca de 3 dias já não lhe proporcionará as propriedades em sua totalidade.

Ademais, o calor é responsável por provocar e acelerar as reações que alteram as características dele. Portanto, é aconselhável não guardar por muitos dias após abri-lo. O máximo indicado é 1 dia apenas.

É importante também que, antes de abrir a garrafa novamente, retire-a da geladeira cerca de 30 minutos antes de servir.

Após aberto, qual o cuidado com a rolha?

Existem muitos acessórios disponíveis para vedar a garrafa. Porém, ainda sim o vinho perde seu potencial após três dias.

Se não tiver nenhum tipo de acessório, cuide da rolha original ao abrir, e quando for guardar o seu vinho, afunde bem a mesma para garantir a vedação. É importante que a rolha fique sempre hidratada mantendo a garrafa deitada.

Adega climatizada sempre é necessária?

Muitas pessoas ainda questionam sobre ter uma adega climatizada em casa. Mas então, é preciso investir em uma?
Certamente não!

Se você reservar um lugar em sua casa exclusivo para armazenar seus vinhos e lembrando sempre de considerar a iluminação, a temperatura, a ventilação, a umidade e também o posicionamento das garrafas, ter uma adega não é de fato obrigatório.

As adegas climatizadas são ideais para aquelas pessoas que vivem nas cidades com altas temperaturas e que não consegue manter a ideal para armazenar. Elas também são ótimas para que dispõe de pouco espaço em casa.

Adegas elétricas são de fato funcionais, porém, se você no momento não deseja investir em uma, não há problema algum, siga os passos, cuide dos detalhes de armazenamento e com certeza seus vinhos manter-se-ão com seus potenciais e qualidades preservados e intactos.

Conclusão

Abordamos os principais cuidados que você precisa ter para guardar e preservar um bom vinho.

Se você é amante dessa bebida maravilhosa, mas ainda não estocou algumas garrafas em sua casa por não conhecer a maneira correta, saiba que isso agora pode mudar.

Se optar por comprar um Adega ótimo! Mas se esse não é o momento de investir nela, siga esses simples e pequenos cuidados e com certeza aumentara a durabilidade dos seus vinhos e consequentemente a qualidade, o potencial, o sabor e o aroma deles.

Agora escolha seus rótulos preferidos, guarde-os com carinho e sirva com a qualidade total seus convidados, amigos e familiares.

Referências:

https://www.wineware.co.uk/wine-refrigeration/how-to-store-wine-at-home-guide

https://www.lifestorage.com/blog/storage/7-valuable-secrets-about-how-to-store-wine-video/

https://learn.winecoolerdirect.com/how-to-store-your-wine/

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!