uma-taça-por-dia-combinação-comida-com-porque-as-garrafas-tem-fundo-concavo-como-escolher-um-bom-o-que-vinhos-bons-aberto-estraga-tinto-temperatura
Curiosidades

Como Reconhecer os 10 Erros mais Comuns nos Serviços de Vinho?

O universo dos vinhos é um dos mais complexos e igualmente maravilhosos que existem. São tantas as possibilidades, de tipos de uvas, a diferentes países, blends, enfim, para todos os gostos e paladares.

Entre as experiências mais gostosas nesse nicho é ter o prazer de degustar uma boa taça de vinho acompanhada de um belíssimo prato de comida. Mas a pergunta que fazemos é: será que todo restaurante está preparado para oferecer essa experiência? Infelizmente, a resposta é não.

Nem todo restaurante investe em garçons que conhecem cada detalhe deste universo, e é justamente aí que está o maior erro. Pois essa falta de conhecimento pode arruinar a sua experiência, tanto no consumo do vinho, quanto no lugar em si.

Para que você não passe por isso mais de uma vez, abaixo separamos os erros mais comuns no serviço de vinhos. Caso note algum deles enquanto estiver comendo em algum local, “corre que é cilada, Bino.”

1 – O atendente pronuncia os nomes errados?

É normal rolar uma confusão na pronúncia dos vinhos, ainda mais que a grande maioria está em francês. Claro que nenhum garçom ou sommelier é obrigado a aprender o idioma, mas é importante que ele saiba pelo menos saber falar corretamente o nome das castas mais conhecidas, como Pinot Noir, Chardonnay, Cabernet Sauvignon, entre outros.

Lembrando que isso não é apenas uma questão do funcionário em si, mas do próprio restaurante que também precisa investir nesse conhecimento.

2 – O restaurante não tem sommelier?

Talvez esse seja o pior de todos, não ter um sommelier, ou seja, um profissional que cuide da adega, da carta de vinhos, que compra e serve a bebida. Mesmo sendo o mais absurdo de todos, e é mesmo, muitos restaurantes fazem isso para economizar.

Mas sabemos que em muitas situações, o barato sai caro, e essa é uma dessas ocasiões.

3 – Oferecer um vinho similar nada parecido (nem no preço)?

Sabe quando você vai na loja e pede um determinado tênis e o vendedor traz outro modelo pois não tem o seu número?

Pois é, o mesmo acontece nos restaurantes, normalmente com aqueles rótulos que estão em falta.

Em situações assim, o garçom sugere uma opção similar, mas nem tanto assim. Pois a garrafa pode até ser parecida, mas o preço é três, quantos vezes mais alto do que a outra, o que com certeza pode causar um certo constrangimento com o cliente.

4 – Não tem um saca rolhas adequado?

Parece bobagem, mas até o uso inadequado, melhor dizendo, a não utilização de um saca-rolhas adequado pode estragar totalmente este momento. Isso porque provavelmente o garçom terá que fazer todo malabarismo para simplesmente conseguir abrir a garrafa, principalmente se a rolha for daquelas mais difíceis de sair.

Neste caso, é bom você observar se o profissional está usando o chamado saca-rolhas de sommelier, que funciona em dupla estágio. Também conhecido como canivete, este item proporciona uma abertura mais delicada, sem chacoalhar muito a bebida, que é justamente o mais indicado.

5 – Os vinhos são servidos na temperatura errada?

Outro erro igualmente triste e comum é o restaurante servir o vinho na temperatura errada, chegando a trazer a garrafa em um balde com gelo. Erro gravíssimo!

Os vinhos, em sua grande maioria, devem ser servidos entre 14 e 18 graus, mais frio que isso, você acaba tomando uma bebida salgada e amarga.

E para piorar, o inverso também acontece, que é servir os rótulos brancos em temperatura ambiente, o que fica em torno de 20 graus. Neste caso, o balde de gelo é mais que obrigatório. O mesmo vale para os espumantes, que devem ser servidos entre 7 e 10 graus.

Outra coisa muito importante é que os tintos podem sim, serem servidos à temperatura ambiente, mas isso, obviamente, depende da temperatura no dia em questão, e também do local onde você está.

6 – O garçom fica sempre repondo as taças na mesa?

Alguns garçons costumam repor a bebida na taça em tempos muitos curtos.

Apesar da primeira vista isso parecer uma gentileza, em alguns casos ele apenas quer terminar uma garrafa para abrir outra.

Além do mais, essa interrupção frequente pode atrapalhar a conversa dos clientes, estragando totalmente a experiência.

O melhor a se fazer é esperar a taça esvaziar por completo ou quase lá para encher novamente.

7 – Querer te oferecer sempre os importados?

É ótimo tomar vinhos internacionais, mas a regra é sempre oferecer os nacionais primeiro.

Essa é uma recomendação seguida pela maioria das vinícolas ao redor do mundo.

O que, aliás, é bem óbvio, afinal, temos que valorizar o que é feito no nosso próprio país.

8 – Querem te impor uma harmonização?

É muito comum o garçom sugerir a harmonização, o que é legal, mas como dica, e não como regra!

Ele pode sim indicar uma combinação, mas nunca impor a sua opinião. Por mais que o vinho tinto combine melhor com carnes vermelhas, o veredito final tem que ser do cliente.

9 – Sempre servem primeiro o homem?

Mais um erro comum e igualmente irritante: oferecer sempre a primeira prova para o homem, o que é errado.

Na verdade, o primeiro gole, para saber se está tudo certo, deve ser servido para quem pediu a bebida. Ou seja, se a mulher fez o pedido, ela deve provar a bebida primeiro.

Mesmo porque a mulher pode entender muito mais de vinho do que seu companheiro.

10 – Porque só oferecer brancos ou rosé para mulheres?

Mais uma situação chata: oferecer para mulheres sempre rosé e espumantes, que são as bebidas mais suaves.

Isso não é regra, as mulheres gostam tanto de vinho mais encorpado quanto os homens, então sugerir somente tal opção é totalmente errôneo.

A não ser que ela peça, espere ela dizer o que quer beber.

Conclusão

Pronto, agora você está preparado para provar vinhos em qualquer restaurante.

As vezes parece até que estamos sendo chatos, coisa de quem está de frescura, mas tudo isso pode atrapalhar sua experiência e também acabar com um bom encontro.

Caso observe alguns desses erros, já sabe que na próxima é melhor escolher outro lugar.

Referências:

https://www.tasteofhome.com/article/common-wine-mistakes/

https://www.brightcellars.com/blog/the-6-most-common-wine-mistakes-and-how-to-avoid-them/

https://vinepair.com/articles/sommelier-wine-country-guide/

Se gostou, por favor nos ajude e compartilhe!